quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

BISTRÔ PARIS6 – propaganda demais e preço alto às vezes atrapalham... não me senti em Paris!!!

Comecei a minha jornada gastronômica este mês e escolhi levar uma de minhas irmãs e meu marido ao restaurante “Bistrô Paris6”. A expectativa era grande, pois ele é atualmente um dos lugares mais badalados e festejados de São Paulo, muito disto porque é um bistrô-restaurante (e todo bistrô já tem seu charme) que atende 24h. Não escolhi apenas ir até lá, mas antes fiz uma enorme pesquisa sobre ele (será que foi este o meu erro?). Todos os sites e blogs teceram elogios sem fim ao lugar e apenas uma reclamação: de que as mesas eram juntas demais. (aliás, comentários totalmente pertinentes).

Eis aqui os meus olhares e impressões sobre o "Bistrô Paris6":


GERAL:
          O restaurante fica situado na Rua Haddock Lobo, 1240, no bairro nobre e charmoso dos Jardins: um pedacinho da cidade onde se mesclam pessoas de alto nível social e pessoas descoladas. As ruas no entorno são bastante movimentadas e a Haddock Lobo por si só já é um ponto de alto movimento gastronômico e social.
 O ambiente em si do restaurante é bem gostoso. A noite fica à meia luz, tem cantinhos bem românticos, mas também bons lugares para ir em grupos ou com um amigo(a). Fiquei na parte interna junto com minha irmã Sandra e meu marido André e chegamos as 19:30h. Fizemos reserva mas estava tudo bem tranquilo, ainda haviam poucas mesas ocupadas na parte interna, mas na varanda haviam mais convivas – estava um dia lindo (era horário de verão)! Haviam casais e grupos de senhores e jovens: pessoas educadas e agradáveis e não uma gritaria e/ou exibicionismo comum em outros lugares freqüentados apenas por ‘jovens’. Fomos bem atendidos pelo garçom “Tucano” e fomos servidos também por vários outros atendentes (aqui vimos que há uma inconsistência no atendimento). O serviço foi atencioso e discreto como se deve ser! Um dos nossos pratos veio errado e prontamente o funcionário entendeu nossa reclamação, retirou o prato e o outro (o prato certo) chegou em menos de 10 minutos e foi trazido por um dos chefs, com um pedido sincero e atencioso de desculpas... no entanto, por conta do erro e da 'vontade de logo repará-lo', a carne que pedimos 'o ponto para mais', veio mal passada e o andré odeia!!! Ninguém merece! Mas até que 'saímos ganhando' com o erro, pois pudemos saborear o Filé com Molho Mostarda e Batatas Fritas Rústicas,  que estava realmente gostoso. Quando chegou o prato certo, nos arrependemos de ter reclamado. O primeiro estava bem melhor!!! O proprietário da casa circulava por lá, o que é bem bacana.

Eis algumas fotos...

Fachada do Bistrô Paris6 (Google imagens)
Salão interno do Bistrô Paris6 (Google Imagens)
Salão interno do Bistrô Paris6 (acervo pessoal)
Salão interno do Bistrô Paris6 (acervo pessoal)
Minha irmã Sandra - Bistrô Paris6 (acervo pessoal)
Eu e André (marido) - Bistrô Paris6 (acervo pessoal)
*** Ps. desculpem a qualidade das fotos, neste dia estava apenas com o celular.


SABORES:
  •  Entradas e bebidas: Blod Mary para a Sandra (R$ 20,00) que estava um pouco forte e poderia ter um pouco mais de suco de tomate. Refrigerante e água para eu e meu marido (R$ 6,00 cada), achei caríssimo e veio quente e eles economizaram no gelo no copo, que tivemos que pedir mais de uma vez. Canapés de queijo de cabra com tomate concassé (R$ 23,00): nada demais – fraco, principalmente para o preço: eram minúsculos e vieram 8 unidades. A famosa Sopa de cebola e queijo emental típica de Paris (R$ 21,00) que pedimos estava boa, mas faltou um pouquinho de caldo e estava morna.
Sopa de Cebola com Emental
Canapés com queijo de cabra e tomate concassé
   
  •  Prato Principal: Para mim “Medalhões de Filé com Molho Gorgonzola e Batatas Gratinadas”: simplesmente divino, muito bom! Para o André “Filés de Alcatra com Molho Holandês e Batatas Gratinadas”: fraco, carne meio crua, pois veio errado e tiveram que apressar o prato para servi-lo conforme o pedido original. Primeiro prato do André (que veio errado... mas encaramos como um delicioso bônus): Filés com Molho de Mostarda e Batatas Fritas Rústicas: muito bom!!! ... nos arrependemos de tê-lo mandado embora em busca do prato certo que pedimos. Para a Sandra: “Massa Recheada com Queijo e Molho de Creme com Tomates, Queijo e Manjericão”: nada demais. Fraco. Já comemos massas melhores e fazemos melhor em casa.
Filé com Molho Gorgonzola
File ao Molho Mostarda e Batatas Rústicas Fritas
Massa recheada com Queijo, com Molho  de Creme, Tomates e Manjericão


DISSABORES:


 1.  No dia (um sábado) havia uma televisão enorme (tela plana) exibindo a novela das 7 da globo. Horrível!!!! Era bem melhor passar um DVD com música francesa ou mesmo desligá-la!!!!! Quando olhei de fora e vi a televisão enorme, percebi que ela não tinha nada a ver com o local charmoso e lindo e até atrapalhava o visual geral do ambiente. Não tinha nada a ver! Viagem total!

 2.     Os refrigerantes e as águas estavam quentes e houve economia nos cubos de gelo (que pedimos mais de uma vez). Como pode um país tropical e um restaurante deste nível economizar no gelo?  Além de tudo, o refrigerante e a água eram caríssimos: R$ 6,00.

 3.   Não tinha guardanapo de tecido!!!! Pelo preço que pagamos todo o serviço, era o mínimo!!!! Também havia economia nos guardanapos de papel. Tive que pedir duas vezes ao garçom, uma vez que eles traziam apenas um por pessoa.

 4. Conta caríssima: 309 reais (103 reais por pessoa)... e olha que nem tomamos vinho e nem pedimos sobremesa.

 5.   Não nos ofereceram o Couvert da casa, mas em todas as outras mesas eles serviram. Como já tínhamos pedido as entradas, perdemos o pique de pedir o couvert!!! Perdemos, pois parecia delicioso e, com certeza, era mais em conta que as entradas que pedimos.

  6.    Podia ter uma musiquinha francesa ambiente! UM ‘Bafon’ não ter!!!!!


GRAN FINALE:
          Pedimos 2 cafés (um para o André e outro para a Sandra) e estavam deliciosos (eram Nespresso), além de um macaron acompanhar a xícara. Nunca tinha comido macarons e amei – estavam deliciosos!!!!!
          Em linhas gerais, o restaurante não nos agradou muito: é bonitinho, charmoso, mas não me  senti um pouquinho em Paris...  fora os preços altos (se eu saísse de lá dizendo: ---‘ é caro, mas vale a pena, a comida é divina’... Mas não foi o caso: apenas dois pratos bons na soma de 6. Não sei se vale a pena ir!!!! 
         Ah: há serviço de Vallet na porta e o restaurante possui cardápio on-line com preço, raridade entre os restaurantes de São Paulo.



Bistrô Paris6: Rua Haddock, 1240, Jardins. Tel.: 3085-1595.




Para postar um comentário, basta clicar no título da postagem e, ao final dela, escrever o texto do comentário e selecionar no item “comentar como” a opção ‘anônimo’ e assinar abaixo do momentário ou selecinar a opção ‘conta do google’ (que pode ser a conta do orkut, gmail, msn etc)... Comentem, pois é super importante para o blog!!!!

20 comentários:

  1. Maravilhoso seu blog...
    Parabéns pela iniciativa!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente acho que não poderei prestigiar tao lugar... Sou professor e 100 pila por cabeça tenho que aturar muito aluno mal educado durante algumas aulas... rs... Sem contar que atualmente faço as contas por Leite Nan e Fraldas... Mas quem sabe um dia serei bem pago e possa ir... rs

    ResponderExcluir
  3. Oi Érica, adorei o blog.
    Muito bom tem uma opinião sincera dos restaurantes aqui de SP. Eu acho ridícula as criticas de jornais e revistas especializadas.
    Frequento mais bares do que restaurantes, quando leio na crítica que o chopp é "cremoso", nem vou. Porque vão dar espuma para eu beber.
    :-)
    Parabéns! Quando é a próxima atualização?

    ResponderExcluir
  4. Mateuzinho... eu postarei lugares mais em conta para comer e beber pela cidade... também nao tô podendo... vc pode ver que a critica mais dura que fiz foi o preço da conta... levamos um susto!!! Beijão pra voce!

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Murilo... é mesmo, as revistas, na maioria da vezes,fazem comentários dos lugares que não condizem a "toda" a realidade. Adorei seu comentário. Continue visitando o blog. Daqui a pouco postarei mais tags. Abraços

    ResponderExcluir
  6. Estou ansiosa pelo próximo restaurante... Quem sabe serei eu a convidada... hihihi
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo blog!!! Leu a vejinha da última semana, no qual os chefs elegeram o Paris 6 como o pior restaurante de São Paulo?! Não concordo com esse tipo de mídia, mas quem está na chuva é para se molhar, né?! Principalmente em Sampa!!! Pelo que li vi que existe uma pequena razão mesmo! E cobrar o que cobram, só mesmo quem quer pagar por algo só pq é moda! Quem assina o cardápio do resto? Vc sabe?! Abraços, Andrea

    ResponderExcluir
  8. OLá Andrea, tudo bem? Pois é... eu fiquei surpresa mas ao mesmo tempo aliviada por saber pela 'veja' que o 'paris6' foi eleito, pelos proprios chefs da cidade, como o pior restaurante de sampa... no blog, de todos que fui, também foi o que menos agradou... pela comida, pelo atendimento mas, sobretudo, por que a expectativa em cima dele é tanta que, ao irmos lá, nos decepcionamos. Obrigada pelo elogio e pelo comentário. Continue visitando o blog. Grande abraço pra ti!... Ah: não sei quem assina o cardápio do paris6. Pesquisei na net e mesmo assim não achei... acho que ninguém quis assinar. eheheheh

    ResponderExcluir
  9. Andre... li sim a reportagem completa da veja... até divulguei no meu facebook... também não gosto da veja, mas foi uma matéria, no mínimo, curiosa. Abraços!!!

    ResponderExcluir
  10. Demorei para começar a ler o Blog, eu não sabia o que estava perdendo!

    Você escreve MUITO bem, é fluída e dá vontade de continuar lendo! As informações são super relevantes, quantas vezes não fui à um restaurante e me senti incomodado pela TV ou a música ambiente totalmente inadequadas...

    Definitivamente esse blog entrou para a galeria do meu Tab.

    ResponderExcluir
  11. OLÁ CLEITON... UMA HONRA TE VER POR AQUI.OBRIGADA PELA VISITA E PELO COMENTÁRIO... ME IDENTIFIQUEI MUITO TAMBÉM COM SUA ESCRITA. CONTINUE VISITANDO O BLOG E COMENTANDO... SERÁ MUITO BOM TE VER POR AQUI OUTRAS VEZES.OBRIGADA PELOS ELOGIOS. ABRAÇOS. TEMOS QUE MARCAR UM JANTAR COM O ANDRÉ PARA EU TE CONHECER HEIM?

    ResponderExcluir
  12. Olá Cleiton.. Reintero o convite feito de conhecer nossa casa, minha esposa e meus filhos (rsrs).. Seja bem vindo ao blog meu amigo ..

    Bon appetit !

    ResponderExcluir
  13. Olá Mestra, Parabens pelo seu Blog....Muito, Muito SHOW Mesmo....
    Dia 19 de Dezembro tive a oportunidade de conhecer o Local..... Eu Particularmente ADOREI. O atendimento, a comida, o ambiente, só acho que a musica ambiente estava muito baixa.....
    Mesmo assim, muito romantico não me arrependo....

    Beijos
    "Sua Pupila n°2"...rs

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. OI QUERIDA ANA... MINHA PUPILA Nº 2 DA UNIP MARQUES (EHEHEHEH)... AH, QUE BOM QUE VC GOSTOU DO BLOG. FICO MUITO FELIZ. QUE BOM QUE TEVE UMA BOA EXPERIENCIA NO PARIS6, POIS ACHO O LUGAR UMA GRAÇA E COM MUITO POTENCIAL... MAS NO DIA QUE EU FUI ACABOU NÃO ME AGRADANDO MUITO... E ACHEI MEIO CARINHO (EHEHEHE)... MAS ELE É SUPER ROMANTICO MESMO E,O MELHOR: FICA ABERTO 24 HORAS. UM BEIJO PRA TI QUERIDA E MANDA UM BEIJÃO PRA ADRI.

    ResponderExcluir
  16. Respostas
    1. Olá Renatinho... muito obrigada pelo elogio... o blog é feito com muito amor e goludice... kkkkkk. Obrigada pela sua visita aqui e pelo seu comentário. beijos

      Excluir
  17. Estive hj com minha esposa no Paris 6 aberto recentemente no Rio de Janeiro, na Érico Veríssimo, e queria compartilhar o desastre que foi ter programado um brunch lá.
    Não posso falar do de SP pq não conheço e seria, no mínimo, injusto tecer qq comentário a respeito. Considerando, porém, que se trata de uma rede ou filial, creio ser apropriado advertir os navegantes a respeito do engodo.
    Em primeiríssimo lugar há de se reconhecer que a decoração do ambiente, de fato, é muito boa e nos remete, verdadeiramente, aos cafés parisienses. Até mesmo o serviço de espera em um longe aberto lateral nos remete à falta de educação e cordialidade dos garçons franceses. Fomos absolutamente negligenciados na espera por 3 garçons que atendiam as mesas neste espaço no dia.
    Passada, porém, está primeira impressão e na esperança de que a imagem do lugar pudesse sugerir uma boa comida, experimentamos a primeira decepção na carta de vinhos qdo fomos chamados à nossa mesa no ambiente interno: limitada, com pouquíssimas opções e sem oferecer vinhos apropriados à maioria dos pratos oferecidos no cardápio que são de carne vermelha.
    Alguém consegue vislumbrar um restaurante que se propõe a oferecer comida francesa, disponibiliza poucos vinhos bordeaux e ainda não tem absolutamente nenhum prato com carne suína para harmonização?
    Bem-vindos ao fiasco que é o Paris 6.
    E não se enganem. Olhem com bastante atenção o preço dos vinhos contido na respectiva carta, uma vez que a meia garrafa vem em listas quase que correlacionadas à garrafa inteira, então, qdo chega a conta, além da desagradável experiência de ter comido uma refeição de PF, vc ainda irá se surpreender qto ao preço do vinho maliciosamente manipulado no menu.
    Em síntese e na falta de uma carne que acompanhasse decentemente o bordeaux que pedimos, o qual, diga-se de passagem, chegou à mesa totalmente fora de temperatura, gelado ao extremo, matando os taninos e o seu aroma, optei por um corte de filet mingnon.
    Gente, sem brincadeira. Qq um em casa teria estragado um filet mingnon melhor do que o Paris 6. O molho e a carne estavam apimentadíssimos! Muito mais do que qq prato tipicamente indiano, mexicano ou até mesmo americano. Comi o filet torcendo pra que acabasse o quanto antes, pois não senti o gosto de mais nada além da pimenta, a qual passou ainda às batatas que acompanhavam o prato, estragando por completo a refeição que fui obrigado a deixar de lado para não brigar ainda mais com o vinho francês estupidamente mal servido.
    Por insistência da minha companhia, pedimos ainda a famigerada sobremesa do lugar.
    OUTRO DESASTRE!
    Melhor seria que servissem açúcar puro com pão e manteiga. Uma misturada de doce de leite e chocolate demasiadamente açucarados e decepcionantes a ponto de me recordar com saudosismo do cinamon oblivion do Outback, que bota está lanchonete Paris 6 no chinelo. De verdade mesmo gente. Não estou brincando.
    Olha...
    Aqui no Rio, pelo menos, nem percam o tempo.
    Procurem qq restaurante do Claude (CT) e mesmo o Pobre Juan que vcs irão comer muitíssimo melhor e por um preço mais justo. Ao menos eles sabem servir vinhos na temperatura correta.
    Resultado do prejuízo: R$ 390,00!
    Não gastem dinheiro lá. Podem acreditar no que digo e repito, tão-somente, no Paris 6 do Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Advogados Associados... Obrigada pela sua opinião tão detalhada. Também não gostei da experiencia que tive no Paris6 em SP... Fazer o que. acho mesmo que não vale a pena. Muito obrigada pela sua visita e pelo seu comentário super detalhado e coerente. Gostei! Abraços

      Excluir

Mensagens ofensivas (com xingamentos ou palavras de baixo calão) ou com conteúdos impróprios, serão excluídas (não publicadas).